Após sair do BBB19, Paula terá que depor em delegacia por conta de declaração polêmica
A determinação veio do delegado Gilbert Stivanello.

Assim que deixar a casa do 'Big Brother Brasil 2019', Paula, terá que ir depor na Delegacia de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância, o Decradi, por conta de uma declaração feita por ela. 

A participante está sendo investigada preliminarmente por injúria por preconceito baseada em intolerância religiosa dentro do game. Isso após uma conversa que ela teve com Hariany e Diego, sobre Rodrigo. A fala de Paula causou polêmica nas redes sociais.

A sister disse: "Nosso Deus é maior", ao comentar que tem medo de Rodrigo por ele falar em Oxums. Hariany repreendeu a amiga pela fala e Paula avisou: "Eu não sou preconceituosa".

Confira o vídeo

Em entrevista ao Jornal Extra, o delegado Gilbert Stivanello afirmou que fez um acordo com a emissora para não intimar a loira antes dela sair do reality: "Na medida em que forem saindo, ela e Rodrigo (vítima) devem ser intimados".

Ele ainda explicou: "Imagina tirar a vítima (Rodrigo) do programa para saber se ele quer representar contra Paula? Ele, que acabaria expulso da disputa, seria vítima duas vezes. Preciso saber da Paula qual foi a intenção dela quando proferiu as falas".

Stivanello completa: "Se, por exemplo, Rodrigo sair antes dela e disser que não se sentiu ofendido e não quer representação, mesmo assim vou ouvi-lo porque ele tem seis meses para se arrepender. Então, é preciso ter o depoimento tomado. E farei, claro, o mesmo com ela".

QUAL A SUA REAÇÃO?


Você pode gostar

Facebook Conversations