Auxílio Emergencial: Dep. André Janones desafia Bolsonaro a estender benefício até dezembro, cobrando dívidas de empresas
Vídeo viralizou no Facebook e já tem mais de 235 mil compartilhamentos.

O deputado André Janones, do Avante, desafiou o presidente Jair Bolsonaro, a estender o Auxílio Emergencial até o mês de dezembro, cobrando as dívidas de várias empresas com o Governo Federal.

"Eu fiz uma lista pra mostrar para vossa excelência, os maiores devedores da previdência", diz André um vídeo postado nesta segunda-feira, 15. André cita empresas como Vale, Ricardo Eletro, Itaú, Global Foods e Bradesco. A gravação já tem mais de 2 milhões de visualizações.

Segundo André, as empresas devem "R$ 200 bilhões de reais pro Governo Federal. Com esses valor dá pra prorrogar o Auxílio Emergencial mantendo os R$ 600 reais até dezembro".

André fez o vídeo após Bolsonaro falar em entrevista, que "tem parlamentar que quer R$ 600. Se tirar dos salários dos parlamentares, tudo bem, por mim eu pago até R$ 1 mil".

Nesta quarta, 17, os beneficiários do Bolsa Família já vão começar a receber a terceira parcela. No momento, o calendário dos demais inscritos no auxílio não foi divulgado.

Assista ao vídeo:

Aceitei o desafio do Bolsonaro, e arrumei o dinheiro pra manter o AUXÍLIO EMERGENCIAL de R$ 600,00 ATÉ DEZEMBRO!

Posted by André Janones on Monday, June 15, 2020

O ministro da Economia, Paulo Guedes já confirmou que o Auxílio Emergencial terá mais duas parcelas após a terceira.

"Por dois meses, nós vamos estender o auxílio emergencial . Nós estávamos num nível de emergência total, a R$ 600, vamos começar agora uma aterrissagem, com uma unificação de vários programas sociais e o lançamento de um Renda Brasil , que o presidente vai lançar", disse Guedes em entrevista.

Calendário da 3ª parcela do Auxílio Emergencial segue sem divulgação por parte do Governo

- Siga o Portal Atualizei no Facebook ou no Youtube.

(Imagens: Reprodução/Facebook)

SUA REAÇÃO!


Você também pode gostar

Facebook Conversations