Boletim médico confirma o falecimento do ator Paulo Gustavo, aos 42 anos, de complicações da Covid-19
Boletim médico confirma o falecimento do ator Paulo Gustavo, aos 42 anos, de complicações da Covid-19
Internado desde o dia 13 de março, ele teve uma piora em seu estado de saúde no domingo, após sofrer uma embolia.

Morreu na noite desta terça-feira, 4, o ator Paulo Gustavo, que desde o dia 13 de março estava internado no Hospital Copa Star, em Copacabana, Zona Sul do Rio de Janeiro. A morte foi constatada às 21h12 e horas antes, um boletim médico revelou que o quadro dele ela irreversível e que tinha sinais vitais presentes.

Às 10h33, um novo boletim médico foi divulgado, confirmando a morte de Paulo, aos 42 anos de idade: "Às 21:12h desta terça-feira, 04/05, lamentavelmente o paciente Paulo Gustavo Monteiro faleceu, vítima da COVID-19 e suas complicações".

"Em todos os momentos de sua internação, tanto o paciente quanto os seus familiares e amigos próximos tiveram condutas irretocáveis, transmitindo confiança na equipe médica e nos demais profissionais que participaram de seu tratamento".

O boletim se encerra: "A equipe profissional que participou de seu tratamento está profundamente consternada e solidária ao sofrimento de todos".

Carreira

Paulo Gustavo Amaral Monteiro de Barros nasceu em Niterói em 30 de outubro de 1978 e estudou teatro na Casa das Artes de Laranjeiras, no Rio.

Em sua passagem pela TV, Paulo esteve no '220 Volts' do Multishow. Interpretou Valdomiro no 'Vai que cola', que ganhou até filme. Também esteve na série 'A vila' e apresentou várias edições do Prêmio Multishow. 'Minha Mãe é uma Peça', onde Paulo vivia Dona Hermínia, vendeu mais de 26 milhões de ingressos entre 2013 e 2020.

Paulo se casou com médico Thales Bretas em 2015 e os dois tiveram Romeu e Gael, de 1 ano de idade, após um processo de barriga de aluguel feito nos Estados Unidos.

Boletim médico:

QUAL A SUA REAÇÃO?

Facebook Conversations