Cabo Daciolo recorre ao TSE para participar do Debate da Globo mas tem pedido negado
O debate acontece nesta quinta, 4.

O Deputado Federal, Cabo Daciolo, do Patriota, entrou com uma ação cautelar no Tribunal Superior Eleitoral para participar do debate entre os presidenciáveis que acontece na noite desta quinta-feira, 4 de outubro, na Rede Globo. Ele não foi convidado pela emissora para participar do debate.

Para o candidato a presidência, a emissora o 'boicotou'. Em nota, Daciolo comentou o caso:  "Não nos calaremos diante desde antidemocrático boicote promovido pela emissora Globo". Nas redes sociais, ele mostrou o andamento do processo.

Segundo o repórter Daniel Adjuto do SBT, o ministro Carlos Horbach negou o pedido de Daciolo. A emissora diz que não convidou o deputado por ele não ter representatividade no Congresso. Isso porque o candidato tem apenas quatro representantes no Congresso, para participar de debates televisivos, ele deveria ter pelo menos cinco.

Para o site Exame da editora Abril, a Globo disse: "Foram convidados os candidatos com direito garantido por lei ou que alcançaram 6% ou mais na pesquisa divulgada no dia 28 de setembro". Já que Daciolo não se enquadrava em nenhum dos requisitos, o convite não foi feito.

Vale lembrar que o Bolsonaro (PSL) também não estará presente no debate. Ele ainda vem se recuperando da facada que levou na barriga, no começo de setembro. Apesar de não poder estar presente ao vivo na TV, ele fará uma live durante o debate em seu perfil no Facebook.

(Imagem: Reprodução/TV Record)

QUAL A SUA REAÇÃO?

Facebook Conversas