Drauzio Varella se pronuncia após crime da trans Suzy, entrevistada no Fantástico, ter sido revelado
Entrevista causou comoção nas redes sociais.

O Antagonista revelou neste domingo, 8, que foi a presa trans, Suzy, entrevistada no último domingo no Fantástico, por Drauzio Varella, foi presa por estrangular e estuprar um garoto de apenas 9 anos. Segundo o blog, ela deixou o corpo da criança apodrecer em sua sala por 48 horas.

Presa desde 2010 na Penitenciária Jose Parada Neto, em Guarulhos (SP), Suzy causou comoção nas redes sociais. O momento em quem o médico abraça a presa após ficar sabendo que entre sete e oito anos ela não recebe visitas, viralizou.

Em meio a repercussão da revelação do crime cometido por Suzy, Drauzio se manifestou pelo Twitter: "Há mais de 30 anos, frequento presídios, onde trato da saúde de detento e detentas. Em todos os lugares em que pratico a Medicina, seja no meu consultório ou nas penitenciárias, não pergunto sobre o que meus pacientes possam ter feito de errado".

Ele continua: "Siga essa conduta para que meu julgamento pessoal não me impeça de cumprir o juramento que fiz ao me tornar médico. No meu trabalho na televisão, sigo os mesmo princípios. No caso da reportagem veiculada pelo Fantástico na semana passada (1/3), não perguntei nada a respeito dos delitos cometidos pelas entrevistadas. Sou médico, não juiz".

O Antagonista teve acesso ao processo do crime de Suzy na Justiça: "O revisionando praticou atos libidinosos consistentes em sexo oral e sexo anal com o menor Fábio dos Santos Lemos, que à época contava com apenas 09 anos de idade".

O termo Suzy foi parar nos assuntos mais comentados do Twitter, com mais de 90 mil tuítes. 

Confira:

- Siga o Portal Atualizei no Facebook ou no Youtube.

(Imagem: GloboPlay)

SUA REAÇÃO!


Você também pode gostar

Facebook Conversations