menu
Em 'Império', Jurema cai da escada e Reginaldo leva tiro de Cora: 'Atentou contra a castidade'
Em 'Império', Jurema cai da escada e Reginaldo leva tiro de Cora: 'Atentou contra a castidade'
Jurema acaba flagrando Reginaldo tentado estuprar Cora, que não vai deixar passar a atitude do homem.

Nos próximos capítulos da novela das 9, 'Império', dois personagens da trama vão ter um final nada feliz: Reginaldo (Flávio Galvão) e Jurema (Elisângela). O casal vai morrer na escada da casa de Cora (Marjorie Estiano), que durante vários capítulos, teve que cumprir as obrigações dos dois para não ter um vídeo comprometedor divulgado.

Tudo começa com Reginaldo invadindo o quarto de Cora com a intenção de tirar a virgindade da vilã, que estará dormindo ao lado de uma arma, bem em sua cintura. "As suas preces foram atendidas. Ai, é agora", avisa Reginaldo, que tira arma dali e diz: "Agora é hora é de carinho".

Reginaldo começa a beijar Cora, que está em sono profundo e ela começa a dispertar. "Zé?", pergunta a tia de Cristina (Leandra Leal), imaginando Zé Alfredo (Alexandre Nero). Logo, ela percebe que não é o Comendador e começa a gritar para a casa inteira ouvir.

"Resista que gosto", pede Reginaldo tampando a boca de Cora.

Jurema acaba ouvindo o barulho de Cora e aparece no quarto: "Tu não vale nada traste! Foi pra isso que tu voltou? Pra me dá mais esse desgosto? Dessa vez eu não passar a mão na tua cabeça não. Eu vou pra casa juntar as tuas roupas e jogar no meio da rua".

Confira as últimas matérias do Portal Atualizei sobre a novela 'Império'

Reginaldo na mira de Cora:

Reginaldo na mira de Cora: (Imagem: TV Globo)

+ 'Império', novela das 9: Isis pega Cora pelos cabelos e ouve da vilã: 'Zé vai me pegar na sua cama'

Aos prantos, Cora pede para Deus mostrar uma forma de como destruir o casal. É aí que ela olha para o lado e vê a arma: "Nunca uma prece foi atendida tão depressa".

Enquanto isso, Reginaldo tenta conversar com Jurema, próximo a escada. Ele tenta pegar ela pelo braço mas ela não deixa e o pior acontece: Jurema cai, e morre ali mesmo.

Em seguida, Cora aparece, apontando a arma para Reginaldo: "Mais um passo eu atiro". Cora vê Jurema caída e se espanta: "Você empurrou a coitada? Matou sim! Se não foi de empurrão foi de desgosto".

"Você é um pecador, você atentou contra a castidade", diz Cora.

Reginaldo rebate Cora: "Não sabe nada. Você sequer teve um homem na vida. Quem é você para me julgar?". Em seguida, a vilã atira nele. "Eu gostava tanto de você", diz Reginaldo caído na escada".

SUA REAÇÃO?

Conversas no Facebook