Estudante do IFCE Campus Canindé é preso pela Polícia Civil por importunação sexual
Prisão aconteceu no Instituto, local onde ele praticava o crime.

Um estudante de 22 anos, do IFCE de Canindé, Izaias Lima, foi preso pela Polícia Civil na tarde desta sexta, 13, após a expedição de um mandado de prisão. Ele é acusado de importunação sexual e há algum tempo já vinha praticando o crime dentro da instituição de ensino.

Além do mandato, a Polícia ainda cumpriu um pedido de busca e apreensão da residência do jovem. Segundo o delegado da Delegacia Regional de Canindé, Daniel Aragão, algumas vítimas denunciaram o estudante.

Izaias chegava a exibir as partes íntimas para as vítimas e até se masturbar na biblioteca do campus. 

"Nós temos que reunir ainda mais provas e ver ser existe outro crime além desse. Fizemos a busca e apreensão na residência do mesmo, atrás de computadores, pen drives, máquinas fotográficas... todo material ele eletrônico que ele possuía", disse o delegado em entrevista.

Em um perfil no Instgram que relatou o ocorrido, uma jovem falou que recebeu uma foto íntima do estudante: "Há muito tempo atrás, do nada ele mandou uma foto do negócio dele no meu Messenger, eu esculhambei ele e bloqueie. Eu reconheci a foto por já tê-lo visto de vista. Mas nunca havia falado, foi nojento, do nada eu abro a mensagem e vejo aquilo. Nunca esqueci só de olhar a foto de lado reconheci".

Relato pela internet:

Relato pela internet:

A Lei 13.717 de 2018, diz em seu artigo 215, que a prática de importunação sexual tem a pena de reclusão de 1 a 5 anos, se o ato não constitui crime mais grave.

- Siga o Portal Atualizei no Facebook ou no Youtube.

(Imagens: Internet)

SUA REAÇÃO!


Você também pode gostar

Facebook Conversations