Felipe Neto pode ter falado de Pyong, em post misterioso sobre participante do BBB
Pyong foi acusado de assediar Marcela e Flayslane.

O mistério por trás do post que o youtuber Felipe Neto fez recentemente no Twitter sobre um participante do BBB20, pode ter sido desvendado na madrugada deste domingo, 9.

Na última quarta, 5, Felipe escreveu para os seus mais de 10 milhões de seguidores: "Tem um(a) participante desse BBB q vcs não vão me ver comentar sobre. Isso acontece pq sei mais do q devia sobre a pessoa, o q me leva a saber coisas do seu íntimo q pra mim são repugnantes. Como ñ posso trazer à tona, ñ quero falar nada sobre a pessoa. É isso".

Pyong teve seu nome listado no primeiro lugar dos assuntos mais comentados do Twitter, após ele ser acusado de assediar Marcela e Flayslane. Eis que Felipe posta: "Pronto. A máscara caiu. Era questão de tempo.Boa noite, Brasil. Vocês viram 3cm do iceberg fora da água nessa festa".

Logo, os internautas relacionaram o tuíte com as atitudes de Pyong na festa Guerra e Paz, que teve a presença do DJ Alok. "Pyong me decepcionou. Eu via ele como um bom esposo pra esposa dele. E ele tá ou fazendo teatro ou decepcionando mesmo!", escreveu uma usuária. Já outra, disse: "É decepcionante, frustrante, revoltante e chocante ao mesmo tempo".

Em um certo momento da festa, Pyong passou a mão no bumbum de Flayslane, que parece que nem percebeu o ato, que aconteceu quando a dupla estava dançando. Assim que Pyong passa a mão no corpo dela, que sai de perto dele, que fica dançando sozinho.

Uma outra polêmica foi a tentativa de aproximação de Pyong com Marcela. O brother chegou por trás da loira e dá um abraço nela, que avisa: "Pyong, para!". Em seguida, o coreano dá vários beijos no rosto da sister, que avisa: "Não". Em seguida ela diz: "Amanhã a gente vai conversar".

Assista:

Festa BBB: Bianca se segura para não beijar Guilherme; Pyong é acusado de assediar Flay e Marcela

Confira:

- Siga o Portal Atualizei no FacebookTwitter ou no Youtube.

(Imagens: TV Globo/Instagram)

SUA REAÇÃO!


Você também pode gostar

Facebook