Ilze Scamparini segura o choro no Bom Dia Brasil ao falar sobre situação da Itália, que entrou em quarenta por conta do coronavírus
"Existe um medo coletivo que une as pessoas, mas que ao mesmo tempo há separa", disse a jornalista.

Diretamente de Roma, a repórter Ilze Scamparini esteve ao vivo no 'Bom Dia Brasil', para falar sobre situação do Itália, uma dos países mais afetados pela epidemia do coronavírus e que teve que entrar em isolamento devido a grave situação. Já são quase 10 mil casos e ao menos 463 pessoas faleceram por conta do vírus.

Ilze embargou a voz e acabou se emocionando ao falar da falta de máquinas de respiração nos hospitais: "Você não sabe se vai sobrar uma máquina pra você respirar, se você desenvolver a forma mais grave da COVID-19". Era visível os olhos vermelhos da jornalista e teve um certa dificuldade de continuar dando as informações.

"Roma amanheceu deserta e com seus monumentos fechados", avisou Ilze aos telespectadores do telejornal da Globo. Em um outro momento, ela fala: "É uma situação difícil de definir essa, a de não saber o que pode acontecer. Você não pode deixar entrar ninguém em sua casa".

Na internet, o nome de Ilze foi parar nos Trending Topics do Twitter, com mais de 1000 tuítes.

No Brasil, já são 30 casos confirmados do COVID-19. Já são 930 casos suspeitos. Outros 685 casos suspeitos já foram descartados.

Assista:

'Enquete UOL': Victor Hugo deve ser o próximo eliminado do BBB; saiba o que dizem outras pesquisas

Stéfany Beatriz on Twitter

- Siga o Portal Atualizei no Facebook ou no Youtube.

(Imagem: TV Globo)

SUA REAÇÃO!


Você também pode gostar

Facebook