Morre aos 42 anos, o ator Caio Junqueira após sofrer acidente de carro no Rio
Ele estava internado no Hospital Miguel Couto, com estado estado de saúde grave.

A Secretaria de Saúde do Rio de Janeiro confirmou nesta quarta-feira, 23 de janeiro, a morte do ator Caio Junqueira, de 42 anos, às 5h15 da manhã, uma semana após sofrer um acidente de carro, no dia 16, no Aterro do Flamengo, Zona Sul da cidade.

Caio dirigia seu automóvel em direção ao Centro da cidade e perdeu o controle, acabou subindo o meio-fio, capotou o veículo e bateu em uma árvore. Ele ficou preso dentro do carro, com duas fraturas expostas e desacordado. 

O ator perdeu bastante sangue, e atores como José Mayer e Amandha Lee, pediram em suas redes sociais, que seus seguidores doassem urgentemente sangue, no HemoRio. Caio ainda sofreu uma fratura no tórax e passou por algumas cirurgias.

(Imagem: Reprodução/Internet)

Confira o vídeo que mostra o momento do acidente

Caio de Lima Torres Junqueira, é filho do ator Fábio Junqueira (1965-2008), nasceu em 20 de novembro de 1976 no Rio. Estreou como ator na televisão, aos 9 anos de idade, em 1985, na extinta TV Manchete, no programa 'Tamanho Família'. Na Globo, seu primeiro trabalho foi na série Armação Ilimitada, ao lado do irmão Jonas Torres.

Um de seus papeis marcantes como ator foi no filme 'Tropa de Elite' (2007), onde Caio interpretava o policial Neto Gouveia. Seu trabalho mais recente foi na série 'O Mecanismo', da Netflix, como o personagem Henrique Villa Verde.

Caio em 'Tropa de Elite', como o policial Neto Gouveia

Caio em 'Tropa de Elite', como o policial Neto Gouveia (Imagem: Reprodução/Internet)

Caio esteve no elenco de inúmeras novelas, como 'Barriga de Aluguel' (1990), 'A Viagem' (1994), 'Malhação' (1998), 'O Clone' (2001), 'A Escrava Isaura' (2004) e 'Ribeirão do Tempo' (2010).

Em séries, ele atuou em produções como 'Desejo' (1990), 'Engraçadinha' (1995), 'Hilda Furacão', (1998), 'O Quinto dos Infernos' (2002), 'Desejo Proibido' (2007) e 'Conselho Tutelar' (2015).

No cinema, ele trabalhou em filmes como 'Quase Nada' (2000), 'Viva o Sapato!', 'Apolônio Brasil, Campeão da Alegria' (2003) e 'Zuzu Angel' (2006). O mais recente foi em 'Milagres de Jesus - O Filme', de 2016.

QUAL A SUA REAÇÃO?

Facebook Conversas