“Não preciso ser desafiada”, dispara Preta Gil ao aderir a hashtag #EleNão
Assunto deu o que falar nas redes sociais.

Preta Gil acaba de entrar para a lista das celebridades que aderiram a hashtag '#EleNão', contra o candidato a Presidência, Jair Bolsonaro (PSL). Dias atrás, ela havia sido desafiada por Anitta, a entrar no movimento e nesta quinta, 27, a cantora postou um vídeo e um texto na web. Inclusive, Preta deu uma alfinetada na funkeira.

Em um trecho do texto divulgado, Preta diz: "Não preciso ser desafiada para falar o que já é óbvio, público e notório há sete anos, parece até que se esqueceram desses vídeos, pode até ter edição, mas a intenção de me agredir não teve". 

No vídeo compartilhado por Preta, Bolsonaro faz declarações polêmicas, como a que ele deu no CQC, em 2011. A cantora perguntou: "Se seu filho se apaixonasse por uma negra, o que você faria?". O político disse: "Não vou discutir promiscuidade com quer que seja. Eu não corro esse risco. Os meus filhos foram muito bem educados e não viveram em ambientes como lamentavelmente é o teu".

Bolsonaro foi até condenado a indenizar por danos morais, em R$ 150 mil reais, o Fundo de Defesa dos Direitos Difusos por conta das declarações.

Em um outro trecho da postagem a cantora diz: "Não tem como eu apoiar um candidato que fez agressões gratuitas, calúnias e difamações a mim, a minha família e a tantos outros". Preta ainda lembra que: "#SouEleNãoHá7Anos".

(Imagem: Reprodução/AG News)

QUAL A SUA REAÇÃO?

Facebook Conversations