No Jornal Nacional, Bonner pede 'Respira, vai passar', após Brasil passar de 50 mil mortes pelo novo coronavírus
Nas últimas 24 horas, foram registrados mais de 30 mil novos casos confirmados.

"Neste 20 de junho, de 2020, as famílias de mais de 50 mil brasileiras estão enlutadas", disse William Bonner ao começar o 'Jornal Nacional', ao lado de Renata Vasconcellos. Nas últimas 24 horas, foram registrados mais 968 óbitos e 30.972 novos casos segundo o consórcio de veículos de imprensa junto às secretarias estaduais de Saúde.

O âncora fez um pedido para os telespectadores: "A gente pede mais uma vez, respira, vai passar.  A gente repete que 50 mil não são um número, são pessoas que morreram numa pandemia, elas tinham família, mães, pais, tios, filhos, irmãos, avós". Ele ainda diz: "E nós como nação, devemos um momento de  conforto para todos eles".

"Como o Bonner disse, tudo isso vai passar, e quando passar, é a História com H maiúsculo que vai contar pras gerações futuras o que de fato aconteceu. A História vai registrar o trabalho valoroso de todos aqueles que fizerem de tudo para combater a pandemia. Os profissionais da saúde em primeiro lugar", disse Renata.

Bonner finalizou: "A História vai registrar também, aqueles que se omitiram, os que foram negligentes, os que foram desrespeitoso. A História atribui glória, e atribui desonra, e História, fica pra sempre".

Confira abaixo o momento:

- Siga o Portal Atualizei no Facebook ou no Youtube.

(Imagem: TV Globo)

SUA REAÇÃO!


Você também pode gostar

Facebook Conversations