STF mantém pena para Paulo Henrique Amorim em processo movido por Heraldo Pereira
A condenação de quase dois anos foi definida em 2013.

A primeira turma do Supremo Tribunal Federal, o STF, manteve por unanimidade a pena de 1 ano e 8 meses de reclusão para o jornalista e apresentador Paulo Henrique Amorim, Rede Record. 

O processo que vem há um bom tempo em andamento na Justiça é movido por Heraldo Pereira, da Rede Globo de Televisão. Atualmente ele está no comando do 'Jornal das Dez', no canal fechado GloboNews.

Tudo por causa da um comentário feito por Paulo sobre Heraldo em 2009, no site "Conversa Afiada". O jornalista afirmou que Heraldo "não conseguiu revelar nenhum atributo para fazer tanto sucesso, além de ser negro e de origem humilde" e que era um "negro de alma branca". A decisão da pena de 1 ano e 8 meses foi feita pela Terceira Turma Criminal do TJ-DF, em 2013.

O despacho judicial que teve como relator o Ministro Luís Roberto Barroso, lembrou que um caso de racismo é "imprescritível, inafiançável e sujeito à pena de reclusão". Em um outro ponto, o Ministro disse: "No presente caso a matéria ofensivo foi postada e permaneceu disponível na internet por largo tempo, não sendo possível descartar a veracidade do que alegou a vítima, vale dizer, que dela se inteirou tempos após a postagem".

(Imagem: Reprodução/TV Globo)

QUAL A SUA REAÇÃO?

Facebook Conversas