Web 'desenterra' tuítes antigos de Rita Lee: “Bolsonaro e eu tivemos um caso”
O nome dela entrou nos Trendig Topics do Twitter.

Quem entrou no Twitter na noite desta terça-feira, 18, deve ter se surpreendido pelo motivo do nome de Rita Lee ter aparecido nos assuntos mais comentados da plataforma. Apenas três tuítes postados pela cantora em 2011, que foram 'desenterrados' por internautas, fizeram isso acontecer.

Ela revelou que teve um caso com Bolsonaro, candidato a Presidência pelo PSL:"Bolsonaro e eu tivemos um caso. Ele não era muito chegado na coisa, se é q me entendem. Terminamos porque Bolsinho tava de olho num colega de classe", escreveu.

Já em um outro tuíte ela diz: "Hoje Bolsonaro vira a cara p mim. Deve temer que eu conte ao mundo seus segredos + íntimos. Se continuar nesse nhén nhén nhén eu conto mesmo". Rita ainda disse: "Unzinhon só. No internato o apelido de Bolsonaro era Santinha: o coroínha preferido de 9 entre 10 padres. Vou negar tudo no tribunal!". 

A cantora já criticou Bolsonaro publicamente, fato esse que aconteceu em um show na cidade de São Paulo. "Não dá para eleger um Bolsonaro", disse Rita, em referência aos comentários homofóbicas e racistas que ele fez no programa 'CQC' da Band, em 2011. Inclusive, o político teve que pagar uma multa de R$ 150 mil reais para o Fundo de Defesa dos Direitos Difusos, por causa das declarações.

(Imagem: Reprodução/TV Globo)

QUAL A SUA REAÇÃO?

Facebook Conversas