Thaís e Projota são confirmados no BBB21; conheça o perfil de cada um
Arcrebiano, Pocah, João Luiz, Viih Tube e Camilla de Lucas estão confirmados no programa.

No intervalo de A Força do Querer, a Globo confirmou mais dois nomes para o BBB21: Thaís e Projota, que compõe o grupo Pipoca e Camarote, respectivamente. Na lista de participantes, já estão nomes como Pocah, Karol Conká, Camilla de Lucas e Arcrebiano.

Com 27 anos, Thaís é cirurgiã-dentista e moradora de Goiás: "Penso fora da caixinha da minha família. Minha vontade é conhecer o mundo, viver experiências. A vida é muito linda e o mundo muito grande para me prender em alguma coisa. Gosto de criar, de viajar. Adoro me sentir viva! Me sinto viva tomando decisão, me arriscando".

Ela conta que também é modelo, DJ e produtora: "Gosto da sensação de devolver o sorriso da pessoa, mas não me vejo o resto da vida ali, sentada no consultório entre quatro paredes. Gosto muito das outras profissões em que me aventuro".

 Às vezes acorda de mau humor e não quer ver ninguém:

"Geralmente, eu tô simpática, com um sorriso no rosto, acordo cantando, a felicidade sempre transborda. Tem dias que acordo mal, monossilábica e fico mais na minha. Quando estou nesse modo, não tem motivo, mas prefiro me afastar para não machucar as pessoas que eu gosto. Juro que tenho um bom coração", diz ela.
Thaís está focada no prêmio: "Não vou perder essa chance. É a chance do dinheiro, quero sair da pindaíba. Vai ajudar muito a realizar meus sonhos, investir numa marca de biquíni e ajudar meus pais".

Big Brother Brasil 21: conheça Thaís e Projota:

Projota é um grande nome do rap nacional, e até já se apresentou três vezes no programa: a primeira no BBB17, a grande final do BBB18 e em um show no BBB20.

"Este convite é a porta de entrada para os sonhos que hoje eu tenho. Ainda tem muita gente que não me conhece tão a fundo. Mas agora não vai ter jeito. Vou chegar na casa deles pela porta da frente todas as noites e falar: "Oi, eu estou aqui e meu nome é Projota. Eu canto um rap e faço um monte de coisa e espero que você goste"", diz ele.

Ele perdeu a mãe os 7 anos, vítima de um acidente vascular cerebral (AVC): "Passava muita dificuldade, principalmente depois de perder minha mãe. O mundo desmoronou na minha casa. Logo na sequência meu pai perdeu o emprego. Passamos por uma barra. Não foi fácil, mas eu era muito feliz".

A parte mais difícil do confinamento será ficar longe da filha, Marieva, que vai completar 1 ano em fevereiro.

"Vou sentir muita falta de casa, da minha família, da minha esposa e da minha filha. Esses dias, olhei para ela e comecei a chorar. A minha família é o maior projeto da minha carreira. Alegria que nenhum disco de ouro, show ou prêmio me trouxe. Mas vou sentir falta do meu videogame também", diz Projota.

QUAL A SUA REAÇÃO?


Você também pode gostar

Facebook Conversations