menu
BBB: Felipe e Mari serão investigados pelo Ministério Público por conta de comentários sobre zoofilia
BBB: Felipe e Mari serão investigados pelo Ministério Público por conta de comentários sobre zoofilia
Não é o primeiro caso 'policial' nesta edição do reality.

Depois da Polícia Civil abrir um inquérito sobre as acusações de assédio que Petrix Barbosa vem sofrendo no BBB20, dois participantes viraram alvos do Ministério Público, que pediu a abertura em caráter de urgência, um inquérito na 32ª DP (Taquara) do Rio de Janeiro, contra Felipe Prior e Mari Gonzalez.

A decisão veio após uma conversa dos dois sobre zoofilia, que repercutiu negativamente fora da casa. Em nota, o MP do RJ disse: "A 19ª Promotoria de Investigação Penal, da 1ª Central de inquéritos no MPRJ, recebeu hoje a ouvidoria pertinente ao assunto e encaminhou para a 32ª DP para instauração de Inquérito Policial, com a máxima urgência".

Recentemente, Mari e Filipe tiveram uma conversa polêmica na piscina da casa. A influencer disse que era "anormal" para eles a relação intima entra humanos e animais. Já o arquiteto, contou um caso: "Os peões da obra em que trabalho já falaram que no Nordeste isso é normal. O meu funcionário 'comia' cabra. Ele conta"

Mari ainda diz: "Tudo bem, a pessoa quer comer o animal...". Sobre a história de Filipe, a sister pergunta: "Mas ele usa camisinha?" e faz uma cara de surpresa com um "não" como resposta. Filipe ainda comenta: "Os caras falam até que as cabrinhas gritam o nome".

Após a conversa vir à tona, o delegado e deputado estadual de São Paulo, Bruno Lima, fez um pedido na ouvidoria do Ministério Público para que fosse feita uma apuração.

Pelo Instagram, ele disse: "Após esse triste episódio do 'BBB20', em que batem um papo sobre zoofilia, nossa equipe está estudando as medidas legais do que podemos fazer para não ficarmos só na teoria. Provavelmente vamos fazer uma representação no Ministério Público do Rio de Janeiro para apurarem os fatos. Zoofilia é crime, não é normal. Queria vê-los fazendo resgate de animal estuprado e falarem que é normal".

Delegado Bruno Lima fala sobre caso de zoofilia no BBB20:

A ativista Luisa Mell, também se pronunciou pelo Instagram. Ela fez uma postagem com o vídeo da conversa mas depois apagou o post, onde ela tinha escrito: "Tive que assistir para acreditar que a participante do BBB 20 @marigonzales foi capaz de dizer: “quer comer (no sentido de ter relações sexuais) um animal. Pra mim tudo bem. Tá mara".

Ela continuou: "É inacreditável e inaceitável que tratem zoofilia desta maneira em rede nacional. Vcs tem ideia das feridas, dos machucados que já tive o desprazer de ver nas vaginas de cadelas vitimas de ESTUPRO!!!!?".

Luisa encerrou com: "Não existe sexo com animais, assim como não existe sexo com crianças!!! É sempre abuso, violência, estupro... É vergonhoso, é criminoso. Infelizmente muitos animais chegam a óbito depois de ser vítima desta atrocidade... @marigonzalez onde isto é mara?!?! Onde isto é aceitável? Vergonha".

(Imagem: Reprodução/Internet)

SUA REAÇÃO?

Conversas no Facebook