Casamento de Juma e Joventino foi marcado por batizado, assassinato e presença do Velho do Rio
Publicidade - OTZAds
Depois de aceitar o pedido de casamento de Jove, Juma acabará engravidando do peão.

Nas próximas semanas de 'Pantanal', Juma (Alanis Guillen) engravidará de Joventino (Jesuíta Barbosa) e os dois vão oficializar o relacionamento com um casamento na fazenda de José Leôncio (Marcos Palmeira). Na versão original da trama, exibida na TV Manchete, a cerimônia foi marcada por uma morte, a de Alcides, morto por Jove.

Se a trama seguir o roteiro da original, Juma será batizada por um padre. Jove é quem conversará com o padre e até contará que a amada vira onça. "Como toda mulher ela vira onça sim, mas só quando tá com reiva".

Já em conversa com Juma, o padre questionará se ela sabe se foi batizada: "Responda pelo amor de Deus". A menina-onça não surpreende: "Não sei, nunca ouvi falar nisso". Ela avisa: "Eu quero é me casar com o Joventino". O padre segue: "Isso é ótimo, é por isso que eu vim aqui".

Logo na sequência, o padre leva Juma para a beira de um rio é lá, com o pôr do sol ao fundo, faz o batizado dela. "Filha de Gil e de Maria. Eu te batizo, Juma Marruá", discursa o padre, que derrama água sobre a cabeça da jovem e a consagra como uma cristã.

Juma conversando com o padre:

Juma conversando com o padre: (Imagem: TV Manchete)

Juma se arruma para o casório e em seguida aparece ao lado de Jove na cerimônia. Muda e Tibério também se casam com os dois. Nas cenas, Alcides aparece citando um discurso machista da época: "O florzô casando mais a onça Marruá, quem diria, hein?". O problema é que o momento que era para ser de alegria não sai como esperado.

Durante as palavras do padre, os convidados escutam ao longe o toque forte de um berrante. Logo aparece o Velho do Rio. "Parece meu pai", comenta José Leôncio, surpreso.

Alcoolizado, Alcides pede a Tenório a permissão para dançar com Maria Bruaca, mas logo o patrão coloca ele pra correr. Em seguida, o peão provoca Jove e diz que quer dançar com a noiva. Jove não fica quieto e reage, e Alcides o ameaça com uma faca. Ele então é desarmado por Jove com golpes de karatê e perde a consciência. Tenório se aproxima e avisa: "Ele tá morto".

Nas cenas seguintes, Jove aparece em choque: "Eu sou um assassino pai". Zé Leôncio sai em defesa do filho: "Todo mundo tá de prova que foi legítima defesa". O jovem peão continuou se lamentando: "Matei aquele infeliz lá, não queria matar não... Nunca matei ninguém na minha vida".

Confira ao vídeo:

Publicidade - OTZAds

QUAL A SUA REAÇÃO?


Você pode gostar:

Conversas no Facebook