Caso Sabrina: jovem é dopada e agredida pelo próprio marido, Keko, que compartilha os vídeos na internet; entenda
"Ele fez questão de filmar enquanto estava drogado e mandar para as pessoas", relata a jovem em seu perfil no Instagram.

Um caso de violência contra a mulher gerou revolta em toda a internet nesta quarta-feira, 6. Uma jovem chamada Sabrina Almeida, foi dopada e agredida pelo próprio marido, chamado Keko (Keko Joias), que divulgou o acontecido em seu perfil no Instagram, onde postou fotos da vítima com marcas pelo corpo em uma cama. Ela aparece visivelmente sem forças.

"Isso é o que eu fiz com a minha esposa dopei ela agredi depois dela ter me ajudado todo esse tempo, fora a dívida que deixei no nome dela esse sou eu Keko joias", escreveu Keko no Instagram. Na postagem, ele ainda colocou quatro hashtags: "#relacionamentoabusivo #machismomata #feminista #agressor". Os vídeos que mostram Sabrina também foram postados por ele nos stories.

Keka ainda publicou uma imagem que confirma a tal dívida que ele colocou no nome de Sabrina, no valor R$ 36 mil reais. A declaração de dívida é feita pela empresa RA MOREIRA, localizada em Juazeiro do Norte, no Ceará, e aberta por 'Ronaldo Alves Moreira', que seria o nome do agressor.

Nos vídeos, Sabrina aparece deita, quase imóvel. "Briga de Marido e mulher, ninguém me mete a colher", diz Keko. Ao fundo, é possível ouvir um som muito alto de música. Em um outro, Keko se aproxima de Sabrina e grita: "Tu tá no Ceará?". "Aí Keko", diz Sabrina, que empurra o marido. Em duas imagens, é possível ver manchas roxas no corpo da vítima.

A postagem viralizou no Instagram e já tem mais de 100 mil comentários, marcando emissoras de televisão, apresentadores de televisão como Luiz Bacci e até a Polícia Federal. Em meio a repercussão do caso, foram criados inúmeros perfis falsos da vítima e do agressor, com a intenção de ganhar seguidores.

Na noite desta quarta, Sabrina se pronunciou sobre o caso. Ela revelou que Keko tem problemas com drogas e que viveu durante anos em um relacionamento abusivo: "Todos que me conhecem de verdade, sabem o quanto que trabalhei e trabalho pra conquistar minhas coisas. Sabem que abri mão da minha vida pra ajudar keko a sair das drogas, fui cega durante anos vivendo em um relacionamento abusivo. Fiz tudo o que eu podia pra ajudá-lo. No entanto ele decidiu ir para o caminho das drogas", escreveu ela.

Sabrina continua: "Durante a separação ele me dopou me agrediu, acabou com o meu nome. Tínhamos rota de semi joias juntos e tudo era no meu nome, ele gastou tudo em droga. Me deixou endividada. A máscara da família dele caiu, que ficou a favor dele, a minha sogra que me tinha como uma filha nem deu as caras com o acontecido. Fui Salva pelo o recepcionista do chalé".

"A mãe dele que me tinha como uma filha foi pagar motel com duas prostitutas pra ele, enquanto eu quase morria, até ele ser preso por dirigir embriagado e drogado. Desacato à autoridade. A ficar doido na casa das pessoas em Natal, que decidiram internar", conta Sabrina, que alerta: "Porque a lei Maria da Penha nada fez até agora".

Confira!

A ex-BBB, Marcela Mc Gowan, escreveu nos comentários: "Mulher, conte comigo! Vou te chamar no DM! Fique forte e bem, você não está só!". A também ex-BBB, Gizelly Bicalho, que é advogada disse: "Sabrina, boa noite ! Te mandei msg via direct. Sou advogada criminalista, feminista e quero muito te ajudar! ja vivi na pele o que você está passando, estou aqui para o que precisar. Que Deus te abençoe. Quando puder responda meu direct".

Já a ex-Fazenda, Thayse Teixeira, escreveu: "Vou fazer de tudo pra fazer sua informação chegar aonde deve . Parabéns, guerreira ! Deus é contigo". Ela até publicou o vídeo uma das fotos feitas por Keko e  escreveu: "Só quem já sentiu isso na pele , sabe o que passamos em um momento desse. ME AJUDEM A DENUNCIAR . Amigo @luizbacci".

Sabrina publicou também stories falando sobre o assunto, em um ela desabafa, em outros ela mostra uma ameça que sofreu do pai de Keko. 

"Ninguém sabe quanto dói ter que passar por tudo isso, são marcas que jamais serão apagadas da memória, machismo mata. Dopada, agredida fisicamente e psicologicamente, é isso que as drogas fazem com que as pessoas. Não julgue a mulher que passa por um relacionamento abusivo, perdermos as nossas forças! E quando vamos enxergar é tarde demais", diz Sabrina.

(Imagem: Instagram)

O youtuber Fávio Vital, pediu para que a advogada dele cuidasse do caso: "Já protocolamos a denúncia contra o agressor no MP e todos os direitos dela serão garantidos. Iremos lutar pra colocar o agressor atrás das grades! Medidas já estão sendo tomadas. Em breve mais informações".

A advogada Júlia Nunes, disse: "Já tomamos todas as medidas cabíveis. Acionamos a Polícia. O nosso setor de inteligência já conseguiu todo os dados da vítima. Daqui pra frente estaremos acolhendo essa mulher, fazendo de tudo para que os direitos dela sejam respeitas, e que esse criminoso vá para o local que ele merece, que é a prisão.

Confira:

Confira: (Imagem: Instagram)

No áudio enviado pelo pai de Keko para Sabrina, o homem diz: "Se for preciso tirar Keko pra resolver essas coisas, dessas dívidas, eu tiro ele imediatamente. Eu vou lá e digo: "O rapaz vai ter que sair pra resolver uns problemas com a mulher dele".

Sabrina escreveu nos stories: "Senhor Waldex, pai de Keko está me ameaçando, dizendo que vai tirar o filho que é dependente químico da clínica para ele resolver o problema dele comigo. Se qualquer coisa acontecer comigo todos vão saber que foi vocês".

Confira:

- Siga o Portal Atualizei no Facebook ou no Youtube.

Imagens fortes!

(Imagens: Reprodução/Instagram)

SUA REAÇÃO!


Você também pode gostar

Facebook