Morre aos 30 anos, Stephany Rosa, conhecida na internet como 'a bêbada de Curitiba'
Há um mês ela lançou uma 'vakinha' online, pedindo ajuda para os seguidores.

Morreu nesta segunda-feira, 13, Stephany Rosa, de 30 anos, que ficou conhecida pela internet como 'a bêbada de Curitiba'. A informação foi confirmada por familiares da jovem, vítima de um câncer, que ela enfrentava há dois anos.

Em 2012, Stephany viralizou em um vídeo onde ela é entrevistada pelo SBT. Na ocasião, ela estava bêbada dentro de um carro da Polícia, após ser detida. "Nooossa, meu pai vai me mataaar, ixi maria!", disse ela no vídeo.

No mês passado, ela lançou uma vakinha online com a intenção de fazer um tratamento alternativo e menos doloroso. Foram arrecadados mais de 120 mil reais.

Em no vídeo em que pediu ajuda para os seguidores, ela contou: 

"Faço tratamento há dois anos, já passei por três cirurgias, quatro protocolos de quimioterapia, passei por um momento bem difícil quando me falaram que não tinha mais o que fazer aqui no Brasil e que eu seria um experimento para um grupo de estudo no hospital MD Anderson no Texas, nos Estados Unidos. Fiz uma imuno-histoquímica que trouxe a informação que a origem do câncer era do ovário, mas a característica era de intestino."

Ela continua: "Só para vocês terem uma noção, essa químio não tinha que ser tão forte, mas já estou há um ano e meio fazendo. Em cada ciclo tive efeitos colaterais diferentes, mas nesse tenho me sentido muito fraca. Não cozinho meu próprio alimento, no banho eu tenho um banquinho, tenho dificuldade de descer escadas, fico realmente muito mal, fico com enjoo até de água".

Stephany ainda diz: "Eu quero muito tentar um tratamento alternativo. Fiz ressonância recentemente, mas o tumor não mudou, está igual. Está sendo muito sofrimento para pouco resultado. Tem uma clínica, vou tentar ter uma cuidadora para me ajudar nesse processo de me curar através da natureza".

Familiar lamenta a morte de Stephany:

Stephany no Youtube:

Confira o momento da entrevista:

SUA REAÇÃO!


Você também pode gostar

Facebook Conversations